Vidago FC 5-2 Atei FC

Mais um Domingo de mão cheia.

Vidago FC 5-2 Atei FC

Depois da goleada obtida no primeiro  jogo frente ao Fontelas, o Vidago mostrou a sua natural superioridade e venceu a equipa do Atei, com uma mão cheia de golos.

Foi um triunfo justo mas mais difícil do que os números finais podem deixar transparecer.

De facto, o principal fator para que o desfecho final resultasse numa margem tão folgada foi a eficácia Vidaguense no segundo período, onde os alvinegro marcaram quatro golos e dispuseram de mais três ou quatro oportunidades flagrantes para dilatar ainda mais a marcha do marcador.

Durante a primeira parte o Vidago foi uma equipa apática que jogava longe da baliza adversária com um ou outro remate sem grande perigo, e foi mesmo  o Atei que surpreendeu já que á passagem do minuto 18 Barreira beneficiando de um cruzamento do lado esquerdo aparece a cabecear para o fundo das redes sem qualquer hipótese para o guardião Vieira.

A equipa da casa ia dominando mas o Atei durante o primeiro período nunca se remeteu á defesa e esta atitude permitiu que ao minto 32 Edu Paiva marcasse e repusesse alguma justiça no marcador. Mas, a maior surpresa ainda estava para vir já que, mesmo em cima do minuto 45 numa jogada furtuita Daniel ao tentar alivar toca mal na bola e faz com que esta entre na baliza a guarda de Vieira. Para espanto do respeitável, o Atei chegava ao intervalo a vencer por 1-2.

Na segunda metade mesmo perante um Atei que se mostrou muito bem fisicamente,  o Vidago, naturalmente, deu sempre a impressão de poder dar a volta ao marcador e avolumar o resultado a qualquer momento.

Aos 60 minutos Pedro Adão faz a primeira alteração na sua equipa e faz entrar Fábio Alex para o lugar de Herman e foi o recém entrado que na primeira vez que pega na bola, em jogada bem delineada entra na área e quando se preparava para rematar foi derrubado. A juíza da partida não teve qualquer dúvida e de imediato apontou pra a marca dos 9,15m. Rafa foi o encarregado da marcação da grande penalidade e não desperdiçou colocando o resultado novamente numa igualdade 2-2.

O penalty concretizado por Rafa aos 61’ minutos, teve o condão de espevitar a sua equipa e aos 68 Castelo já dentro da área de rigor remata colocado para o terceiro golo dos Vidaguenses. Estava feita a reviravolta no marcador.

A partir daqui os alvinegro limitaram-se a jogar nos espaços concedidos pelo meio-campo adversário que já não conseguia ter o pulmão necessário para ir à frente e regressar à defesa. O desafio passou a ser completamente dominado pelo Vidago que jogou como quis e aproveitou para ampliar o resultado para números expressivos.

Ao minuto 86 Rafa bisou e fez o 4-2 para minutos depois Fábio Alex numa jogada magistral elevar para 5-2 que viria a ser o resultado final.

Vitória justíssima do Vidago que não merecia ter passado por apuros. Já o Atei demonstrou ter ima equipa bem organizada mas bastante permeável do seu setor defensivo daí os 13 golos já sofridos em três jogos. Quanto ao trabalho de Célia Santos a Juíza da partida bem no plano técnico mas muito mal no disciplinar.

Campo João de Oliveira

Arbitro: Carlos Teixeira

Árbitros Assistentes: Márcio Ribeiro e Pedro Oliveira

Vidago FC: Luís Vieira, Márcio,  Portal, Rendeiro, Daniel, Nacho,  Bruno Carvalho,  (Gonçalo 85) Rafa,  Edu Paiva,  (Palhares 76) Castelo  Herman (Fábio Alex 60).

Treinador: Pedro Adão

Atei FC : Pedro, Nelsinho, (Rochinha 77) Carlitos, (Marcelo 78), Valter, Lopes, Barreira, Joel, Felizardo, Manuel Luís, Carloto, Poletes.

Treinador: Jorge Almeida

Marcadores: Edu Paiva (32), Daniel (45 p.b.), Castelo (68), Rafa (61-86). - Barreira (18)

Disciplina CA: Rafa 61), Bruno Carvalho (75) Fábio Alex (79) - Felizardo (57), Carloto (92).

 

2016-09-25
Autor: Augusto Oliveira
Voltar