Vidago FC 5-1 GD Ribeira de Pena

Vidago FC marca mais 5, Rafa abre caminho para a goleada.

Vidago FC 5-1 GD Ribeira de Pena
Vidago FC 5-1 GD Ribeira de Pena
Vidago FC 5-1 GD Ribeira de Pena
Vidago FC 5-1 GD Ribeira de Pena
Vidago FC 5-1 GD Ribeira de Pena
Vidago FC 5-1 GD Ribeira de Pena
Vidago FC 5-1 GD Ribeira de Pena
Vidago FC 5-1 GD Ribeira de Pena
Vidago FC 5-1 GD Ribeira de Pena
Vidago FC 5-1 GD Ribeira de Pena
Vidago FC 5-1 GD Ribeira de Pena
Vidago FC 5-1 GD Ribeira de Pena
Vidago FC 5-1 GD Ribeira de Pena
Vidago FC 5-1 GD Ribeira de Pena
Vidago FC 5-1 GD Ribeira de Pena
Vidago FC 5-1 GD Ribeira de Pena
Vidago FC 5-1 GD Ribeira de Pena
Vidago FC 5-1 GD Ribeira de Pena
Vidago FC 5-1 GD Ribeira de Pena

Foi mais uma excelente exibição Vidaguense  na presente temporada e isso foi fundamental para que a equipa alcançasse mais uma goleada no campeonato vencendo o Ribeira de Pena por 5-1.

Foi um jogo cheio de golos numa tarde soalheira. A equipa da Vila Termal entrou muito forte e determinada na partida, cedo se adiantou no marcador pois aos 12 minutos beneficia da marcação de uma grande penalidade a castigar uma falta de Pisco. Rafa encarregou-se da marcação e coloca a sua equipa a vencer por 1-0.

Na verdade até ao momento em que surgiu o primeiro golo, já o Vidago tinha criado por Castelo uma situação clara para marcar. A equipa forasteira, detentora de um bom leque de jogadores e a praticar bom futebol, tentou reagir ao golo sofrido mas apenas só com Juan Gomes a tentar remar contra a maré o que se tornou manifestamente pouco, e com o setor defensivo dos da casa a anular sistematicamente todas as tentativas do adversário os Alvinegro tomaram conta do jogo mas, apenas aos 41’ conseguiram refletir no marcador a sua superioridade. A equipa de Pedro Adão volta a beneficiar de uma nova grande penalidade a castigar mão na bola de um defensor do Ribeira de Pena. Rafa novamente a não perdoar e a colocar a sua equipa a vencer por duas bolas a zero resultado com que terminou o primeiro período.

No 2º tempo, assistiu-se a uma tímida reação dos visitantes que  três minutos após o reatamento conseguem reduzir a desvantagem através da marcação de um pontapé de canto com Juan Gomes oportuno a cabecear para o fundo das redes á guarda de Vieira.

O Vidago reagiu quase de imediato ao golo sofrido e foi sem surpresa que seis minutos depois de sofrer o golo, Márcio após grande jogada individual abriu uma avenida na defesa contrária tira um cruzamento com precisão para a cabeça de Castelo que sem dó nem piedade bata pela terceira vez o guardião Ruben.

Mas os comandados de Pedro Adão não davam mostras de quererem ficar por aqui e ao minuto 59 o irrequieto Fábio Alex que já tinha visto o Juiz da partida anular-lhe um golo limpinho, viria com grande categoria a marcar o quarto golo da sua equipa, deixando de rastos os homens de Rui Fernandes.

Mas, a equipa Vidaguense não desistia e ainda teve força para chegar ao quinto golo e confirmar a goleada nos instantes finais da partida, na sequência de um cruzamento de Palhares a descobrir a cabeça de Edu Paiva que bate pela quinta e ultima vez o guardião Ruben.

Foi uma vitória justa e importante para o moral da equipa e que permite enfrentar os próximos desafio com mais confiança numa altura em que a poeira está claramente a assentar e a confiança está em alta. Esta equipa do Vidago que em apenas três jogos já marcou  17 golos. quase tantos em toda a época transata, está a espantar pela positiva mesmo os mais incrédulos.

 

Campo João de Oliveira

Arbitro: Carlos Teixeira

Árbitros Assistentes: Márcio Ribeiro e Pedro Oliveira

Vidago FC: Luís Vieira, Márcio,  Portal, Rendeiro, Daniel, (Palhares 72) Gonçalo, (Nacho 60) Bruno Carvalho,  Rafa, (Marco 67) Edu Paiva,  Castelo  Fábio Alex .

Treinador: Pedro Adão

GD Ribeira de Pena : Rubem, Pisco, Paulo, Duarte, Jorge, (Paulinho 78) João Bruno, (Diogo 45) Juan, Álvaro, (Picete 72) Gonçalo, Barraca, Afonso.

Treinador: Rui Fernandes

Marcadores: Rafa (12, 41) Castelo (54) Fábio Alex (29) Edu Paiva (90) - Juan (48)

Disciplina CA: Portal (18) - Pisco (12), Juan (56), Alvaro (62).

2016-10-02
Autor: Augusto Oliveira
Voltar