Vidago FC 6-2 GD Valpaços

Quentes e Boas... Leve 6 pague 2...

Vidago FC 6-2 GD Valpaços
Vidago FC 6-2 GD Valpaços
Vidago FC 6-2 GD Valpaços
Vidago FC 6-2 GD Valpaços
Vidago FC 6-2 GD Valpaços
Vidago FC 6-2 GD Valpaços
Vidago FC 6-2 GD Valpaços
Vidago FC 6-2 GD Valpaços
Vidago FC 6-2 GD Valpaços
Vidago FC 6-2 GD Valpaços
Vidago FC 6-2 GD Valpaços
Vidago FC 6-2 GD Valpaços
Vidago FC 6-2 GD Valpaços
Vidago FC 6-2 GD Valpaços
Vidago FC 6-2 GD Valpaços
Vidago FC 6-2 GD Valpaços

Quentes e Boas... Leve Seis e Pague Duas... 

Depois da azia do jogo da anterior jornada com a derrota em Vila Real pela margem mínima, o Vidago mostrou a sua natural superioridade e brindou a equipa Valpacense, com meia dúzia de golos.

Mesmo sem carregar a fundo nomeadamente nos primeiros quarenta e cinco minutos, a formação liderada por Pedro Adão cedo mostrou que queria resolver a questão o quanto antes. Mas, a formação que viajou de Valpaços, também ela a praticar um bom futebol, foi adiando as pretensões dos Alvinegro  e só á passagem do minuto 25’ numa bela jogada protagonizada por Fábio Martins e Edu Paiva com este a inaugurar o marcador no João de Oliveira.

O Valpaços não acusou o golo sofrido e cinco minutos passado Fabian com um remate bem colocado marca para a sua equipa e coloca de novo uma igualdade no marcador. 

Durante a primeira  parte o Valpaços ainda dispôs de uma ou duas oportunidades para se poder colocar em vantagem no marcador mas a inoperância dos seus atacantes e o acerto da defesa Vidaguense não lho permitiram.  

Mesmo não jogando ao seu melhor nível nesta fase do jogo, o Vidago ia dominando os acontecimentos e o intervalo acabaria por chegar com uma igualdade no marcador. 

Segunda metade premiada com mais 6 golos

Mesmo perante um Valpaços que  mostrou estar melhor fisicamente nomeadamente na primeira metade, o Vidago, naturalmente, deu sempre a impressão de poder avolumar o resultado a qualquer momento.

E nada melhor do que um golo logo no reatamento, aos 53 minutos, livre cobrado por intermédio de Rafa descaído sobre o lado direito e com alguma infelicidade Bruno ao tentar desviar, calcula mal e de cabeça introduz a bola na própria baliza sem qualquer possibilidade para Bruno Rato. 

A equipa visitante acusou nitidamente este golo e aproveitando este facto, os Vidaguenses intensificaram os seus ataques, jogando mais pelas alas impondo mais velocidade ao jogo e criando sérias dificuldades á defesa adversária. Fruto disto Edu Paiva um perigo constante para as redes adversárias voltou a marcar quando iam decorridos 58’ minutos e colocava a sua equipa a vencer por 3-1.

Os lances de perigo para a baliza visitante aumentaram com o passar dos minutos e os homens de Pedro Adão acabariam por voltar a festejar por mais três vezes. 

O Valpaços a demonstrar já alguma dificuldade nas suas transições ainda reduziu por intermédio de Fabian aos 62’ minutos mas, os da casa não desarmavam nas suas intenções e fruto de um futebol com características totalmente diferentes do primeiro período viriam a aumentar o placard para 4-2 por intermédio de Bruno Carvalho. 

A esta altura o futebol Alvinegro fazia-se a grande velocidade  e sem dar respiro á defesa contrária que não sabia já que fazer para sacudir a pressão e aos 79 minutos Rafa amplia para 5-2. Com um resultado que não enganava e já praticamente com os três pontos na algibeira, Pedro Adão mexe na equipa e de uma assentada faz entrar Hélder e Marco para o lugar dos desgastados Fábio Martins e Edu Paiva e foi o recém entrado Marco que aos 87’ minutos faz o 6-2 resultado com que viária a terminar a partida. 

Vitória justa mas não tranquila dos Vidaguenses com o objetivo alcançado para este jogo: somar mais três pontos.

Para a semana... deslocação á Régua. para jogar contra uma equipa que atravessa um bom momento, Mas o bom estado de forma dos alvinegro dá esperanças aos seus adeptos que é possível ir ao Douro e regressar com um resultado positivo.

Nós ACREDITAMOS!!

Ficha de Jogo

Campo João de Oliveira

Arbitro: Luís Sousa

Árbitros Assistentes: Ivo Pinto e Marcos Ribeiro

Vidago FC: Luís Vieira, Márcio,  Portal, Rendeiro, Daniel, Nacho, Bruno Carvalho,  Rafa, Edu Paiva,  (Hélder 81) Castelo  (Gonçalo 72) e Fábio Alex (Marco 81).

Treinador: Pedro Adão

GD Valpaços: Bruno Rato, Pedro, Bruno, Diogo, Luvi, Moutinho, Barreto,(Chala 72)  Braúlio, Fabian, Miguel (Cidre 87).

Treinador: Néné Batista

Marcadores: Edu Paiva (13,28) Bruno Carvalho (70) Rafa (79) Marco (88) Fabian (53) Braulio (62).

Disciplina: C.A.  Márcio (66) Edu Paiva (78) -

 

2016-11-06
Autor: Augusto Oliveira
Voltar