Vidago FC 1-2 SC da Régua - TAÇA AFVR

Os Alvinegro caem na segunda eliminatória da prova. António Moreira foi o herói da tarde.

Vidago FC 1-2 SC da Régua
Vidago FC 1-2 SC da Régua
Vidago FC 1-2 SC da Régua - TAÇA AFVR
Vidago FC 1-2 SC da Régua - TAÇA AFVR
Vidago FC 1-2 SC da Régua - TAÇA AFVR
Vidago FC 1-2 SC da Régua - TAÇA AFVR
Vidago FC 1-2 SC da Régua - TAÇA AFVR
Vidago FC 1-2 SC da Régua - TAÇA AFVR
Vidago FC 1-2 SC da Régua - TAÇA AFVR
Vidago FC 1-2 SC da Régua - TAÇA AFVR
Vidago FC 1-2 SC da Régua - TAÇA AFVR
Vidago FC 1-2 SC da Régua - TAÇA AFVR

O Vidago foi eliminado da Taça da AFVR, ao perder diante do SC da Régua por 1-2.

Começou melhor a equipa da casa, criando a primeira situação de perigo logo aos dez minutos. Rafa fugiu pelo corredor direito, cruzou para a área onde surgiu Edu, que, antecipando-se à defesa Reguense, falhou o cabeceamento para o fundo das redes de Bruno Alves.

Respondeu o Régua e cinco minutos depois, após monumental falhanço da defesa da casa e Gael só perante o desamparado Vieira atirou para o fundo das redes. 

A primeira meia-hora do encontro foi disputada a um ritmo altíssimo, com os Alvinegro a revelarem dificuldades em progredir no terreno de jogo perante uma formação bem organizada, que por diversas ocasiões avançava sem receios, com bastante virilidade e alguma dureza até ao último terço do campo Vidaguense.

Em cima do intervalo, uma boa jogada de Márcio não terminou em golo, já que o pontapé de Edu foi desferido em desequilíbrio, sendo amortecida para as mãos de Bruno Alves.

O resultado no final do primeiro período desadequava-se às incidências do encontro, com a equipa de Pedro Adão a revelar-se bem posicionada e sem dar espaço para a progressão da formação que viajou do Douro mas muito perdulários na hora de finalizar.

Nos instantes iniciais do segundo tempo, o Vidago começou com mais iniciativa, controlando melhor a bola. Fruto desta atitude, os homens da Vila Termal acabariam por igualar a partida quando Rafa  após grande jogada individual desferiu um remate rasteiro sem qualquer hipótese para Bruno Alves.

O Vidago pressionava em busca do golo que garantisse a passagem ás meias-finais, mas faltava-lhe dimensão física na área. Com esta ideia em mente, o técnico Vidaguense lançou Castelo para o para o lugar de Guedes. E ao o minuto 63, viu o avançado visitante Gael de cabeça fazer o 1-2 num remate de cabeça de, com o esférico a passar por toda a gente.

O Vidago controlava a partida, sempre com muitos jogadores a atuar no processo ofensivo, num sinal de que estava à espera de passar esta eliminatória, e tentava quebrar a muralha Duriense, mas os remates saíam quase todos desenquadrados.

No final do encontro, os Vidaguenses demonstraram-se orgulhoso da sua equipa, pois os seus jogadores tiveram um excelente comportamento dentro das quatro linhas. Este foi um jogo que nem sempre bem jogado, mas com muita emoção, muita entrega e luta dos jogadores Alvinegro até ao final. 

Os Vidaguenses mostraram-se dececionados com a eliminação da taça, um dos objetivos do clube para a temporada. Caiu um dos objetivos. Faltou-nos fazer golos, Estamos magoados, revoltados com o que aconteceu. A equipa de arbitragem chefiado pelo Sr. António Moreira, permitiu tudo á equipa do Régua, que jogaram muito duro, com entradas que rodavam a agressão curiosamente nem faltas quanto mais cartões. Foi um trabalho inadmissível para um juiz que ostenta as insígnias da FPF e das duas uma ou não percebe nada do assunto ou vinha claramente com o trabalho encomendado cenário que nem por sombra queremos admitir mas que foi muito estranho lá isso foi.

Ficha de Jogo

Campo João de Oliveira

Arbitro: António Moreira

Árbitros Assistentes: Sérgio Correia e Israel Lopes

Vidago FC: Vieira, Márcio, (Hélder 86) Rendeiro, Palhares, Daniel, Nacho, Bruno Carvalho, Rafa, Edu Paiva, (Marco 79) Guedes (Castelo 79) e Fábio Alex.

Treinador: Pedro Adaõ

SC da Régua: Bruno Alves, Alberto,  Luís Carlos, (Pereira 71) Patrick, Saico, Mateus, Luís Filipe, (Fabrice 82) Mbotcha, (Miguel 87) Gael, Alberto Gomes, e João Costa.

Treinador: João Costa

Marcadores: Rafa (53), Gael (16 e 63)

Disciplina: C.A.  Bruno Carvalho (51 e 90) Rendeiro ( 54) Alberto Gomes (31) Patrick (69)

Disciplina: C.V Fábio Alex Alex (98)

2016-12-11
Autor: AO
Voltar